Cine Ceará – Ranking geral

O majestoso Cine Teatro São Luís, em Fortaleza, foi reaberto depois de longa reforma para sediar a 25ª edição do Cine Ceará. Belas experiências fílmicas eu tive nesse lugar que já fica no meu coração. Outros filmes do estival foram vistos no incrível Dragão do Mar. Seleção de longas foi melhor que de curtas. Aqui, todos os filmes vistos em ordem de preferência:

Longas-metragens

Cavalo Dinheiro (Pedro Costa, Portugal, 2014) ****

Jauja (Lisandro Alonso, Argentina/Dinamarca, 2014) ****

O Clube (Pablo Larraín, Chile, 2015) ***½

NN (Héctor Galvez, Peru/Colômbia/França/Alemanha, 2014) ***

Medo do Escuro (Ivo Lopes Araújo, Brasil, 2015) ***

História da Minha Morte (Albert Serra, Espanha/França, 2013) ***

Floreak (Jon Garaño e José Mari Goenaga, Espanha, 2013) ***

Real Beleza (Jorge Furtado, Brasil, 2015) ***

Cordilheiras do Mar: A Fúria do Fogo Bárbaro (Geneton Moraes Neto, Brasil, 2015) **½

Costa do Mar (Lois Patiño, Espanha, 2013) **½

A Obra do Século (Carlos Machado Quintela, Cuba/Espanha, 2015) **

Crumbs (Miguel Llansó, Espanha/Etiópia, 2015) *½

Hors Concours:

O Espírito da Colmeia (Victor Erice, Espanha, 1973) *****

Simão do Deserto (Luís Buñuel, México, 1965) ****

Curtas-metragens

Quintal (André Novais Oliveira, Brasil, 2015) ****

Nua Por Dentro do Couro (Lucas Sá, Brasil, 2014) ****

Mistério (Chema García Ibarra, Espanha, 2012) ***½

Feio, Velho e Ruim (Marcus Curvelo, Brasil, 2015) ***½

Action Painting Nº 1/Nº 2 (Krefer e Turca, Brasil, 2014) ***½

O Ataque dos Robôs da Nebulosa 5 (Chema García Ibarra, Espanha, 2009) ***½

Miragem (Virgínia Pinho, Brasil, 2014) ***

Avenida Presidente Kenedy (Adalberto Oliveira, Brasil, 2014) ***

O Lugar Mais Frio do Rio (Madiano Marcheti, Brasil, 2014) ***

História de Abraim (Otavio Cury, Brasil, 2015) ***

Kyoto (Deborah Viegas, Brasil, 2014) **½

Chigger Ale (Miguel Llansó (AKA Fanta Ananas), Espanha/Etiópia, 2013) **½

Choclo (Caetano Gotardo, Brasil, 2015) **½

Virgindade (Chico Lacerda, Brasil, 2014) **½

Protopartículas (Chema García Ibarra, Espanha, 2009) **½

Névoa (Mikel Zataraín, Espanha, 2011) **½

Como São Cruéis os Pássaros da Alvorada (João Toledo, Brasil, 2015) **

Ser e Voltar (Xacio Baño, Espanha, 2014) **

A Felicidade Chega aos 40 (Daniel Nolasco, Brasil, 2014) **

Muriel (Vanessa Cavalcante, Brasil, 2015) *½

Cenário (Carol Veras, Felipe Gurgel, Mariana Lage e Régis Cunha, Brasil, 2014) *½

Micro-Macro (Diego Akel, Brasil, 2015) *

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos