Filmes de março

1. 13 Tzameti (Géla Babluani, França, 2005) ***½

2. The Cove – A Baía da Vergonha (Louie Psihoyos, EUA, 2009) ***

3. Eu Sei que Vou Te Amar (Arnaldo Jabor, Brasil, 1986) ***½

4. Coração Louco (Scott Cooper, EUA, 2009) ***

5. Italiano para Principiantes (Lone Scherfig, Dinamarca/Suécia, 2000) ***½

6. Intervalo Clandestino (Eryk Rocha, Brasil, 2005) ***

7. O Gosto dos Outros (Agnès Jaoui, França, 2000) ***½

8. O Piano (Jane Campion, Austrália/Nova Zelândia/França, 1993) ****

9. A Aura (Fabián Bielinsky, Argentina/Espanha/França, 2005) ****

10. O Lobisomem (Joe Johnston, EUA/Reino Unido, 2010) ***

11. As Consequências do Amor (Paolo Sorrentino, Itália, 2004) *****

12. Por uma Vida Melhor (Sam Mendes, EUA/Reino Unido, 2009) ****

13. Stroszek (Werner Herzog, Alemanha Ocidental, 1977) ***

14. Britsh Sounds (Jean-Luc Godard e Jean-Henri Roger, Reino Unido, 1970) ***

15. Il Divo (Paolo Sorrentino, Itália/França, 2008) ***

16. A Greve (Sergei Eisenstein, União Soviética, 1925) ****

17. Vampiros de Almas (Don Siegel, EUA, 1956) ***

18. Fitzcarraldo (Werner Herzog, Alemanha Ocidental/Peru, 1982) ****

19. Los Angeles – Cidade Proibida (Curtis Hanson, EUA, 1992) ****

20. Perseguidor Implacável (Don Siegel, EUA, 1971) ****½

21. Lunar (Duncan Jones, Reino Unido, 2009) ***

22. Invasores de Corpos (Philip Kaufman, EUA, 1978) ***

23. Coisas Belas e Sujas (Stephen Frears, Reino Unido, 2002) ***½

24. Aflição dos Sonhos (Les Blank, EUA, 1982) ***

25. Casamento à Indiana (Mira Nair, Índia/EUA/França/Itália/ Alemanha, 2001) ***

26. E Agora? Roubei um Rembrandt (Jannik Johansen, Dinamarca/Reino Unido, 2003) **½

27. Vício Frenético (Werner Herzog, EUA, 2009) ****

Revisões:

28. O Iluminado (Stanley Kubrick, EUA, 1980) ****½

29. Aguirre – A Cólera dos Deuses (Werner Herzog, Alemanha Ocidental, 1972) ****½

30. O Enigma de Kaspar Hauser (Werner Herzog, Alemanha Ocidental, 1974) ****½

31. Barravento (Glauber Rocha, Brasil, 1962) ***½

32. Mother – A Busca pela Verdade (Bong Joon-ho, Coreia do Sul, 2009) ****½

33. Rashomon (Akira Kurosawa, Japão, 1950) *****

34. Vício Frenético (Abel Ferrara, EUA, 1992) ****½

4 thoughts on “Filmes de março

  1. Xiii… Vi poucos.

    "O Piano" – ****
    "Vampiros de Almas" – ***
    "Los Angeles – Cidade Proibida" – ****
    "Perseguidor Implacável" – ****
    "Coisas Belas e Sujas" – ****
    "O Iluminado" – ****

    Em tempo: pretendo ver as duas versões de "Vício Frenético" ainda este mês.

  2. Impressionante como, nesse mês, não houve filmes ruins – até porque você conseguiu gostar de O LOBISOMEM, entre os que vi, provavelmente a única coisa que definitivamente não me agrada.
    (Aliás, revendo aqui, o E AGORA, ROUBEI UM REMBRANDT não deixou o mês terminar invicto. Não o vi.)
    Mas, para o próximo, Daniel Filho garante um mês não perfeito.

  3. Sim Gustavo, procurei conferir algumas coisas do Herzog, além de revisar outros filmes dele. E acho que esse mês ainda tem mais. Apesar de gostar muito do Kaspar Hauser, acho Aguirre a obra-prima dele, dos que eu vi, claro. E concordo contigo que Lunar seja mesmo modesto. Falta um pouco mais de ousadia. Mas o Rockwell está ótimo no filme. O Piano é uma maravilha.

    Alex, veja mesmo os dois Bad Lieutenants, valem muito a pena, ainda mais se vistos um após o outro. As semelhanças são muitas, mas cada um possui as particulridades de seus autores.

    Leandro, realmente esse foi um mês bem bom. De fato consegui gostar de O Lobisomen, muito por ser um filme quase artesanal. E até agora eu tô pensando se vou ver o novo Daniel Filho, mas acho inevitável uma ida ao cinema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos