Filmes de Janeiro

Eu gostaria de escrever sobre muito mais filmes do que eu consigo, mas o tempo tem sido carrasco. Passarei, então, a listar mensalmente os filmes vistos, a fim de dar uma visão geral ao que tem passado pelos meus olhos (e olhares). Em janeiro:

1. Contatos de 4º Grau (Olatunde Osunsanmi, EUA, 2009) **

2. Planeta 51 (Jorge Blanco, Javier Abad e Marcos Martinez, EUA, 2009) ***
3. Hanami – Cerejeiras em Flor (Doris Dörrie, Alemanha/França, 2008) ***½
4. Lula, O Filho do Brasil (Fábio Barreto, Brasil, 2009) **½
5. 2012 (Roland Emmerich, EUA, 2009) *½
6. Imitação da Vida (Douglas Sirk, EUA, 1959) ****
7. As Testemunhas (André Téchiné, França, 2007) ****
8. Fados (Carlos Saura, Espanha/Portugal, 2007) **½
9. Juventude Desenfreada (Nagisa Oshima, Japão, 1960) ***½
10. O Guerreiro Genghis Khan (Sergei Brodov, Cazaquistão/Mongólia/Rússia/ Alemanha, 2007) **
11. Tá Chovendo Hambúrguer (Phil Lord e Chris Miller, EUA, 2009) **
12. Divã (José Alvarenga Jr., Brasil, 2009) **½
13. Eu Te Amo, Cara (John Hamburg, EUA, 2009) ***
14. Império dos Sentidos (Nagisa Oshima, Japão, 1976) ***½
15. O Segredo do Grão (Abdel Kechiche, França, 2007) ***½
16. Garota Infernal (Karyn Kusama, EUA, 2009) *
17. Sociedade dos Poetas Mortos (Peter Weir, EUA, 1989) ***
18. Fando e Lis (Alejandro Jodorowsky, México, 1968) ****
19. A Liberdade é Azul (Krzysztof Kieslowski, França/Polônia/Suiça, 1993) ****½
20. A Igualdade é Branca (Krzysztof Kieslowski, França/Polônia/Suiça, 1994) ****
21. A Fraternidade é Vermelha (Krzysztof Kieslowski, França/Polônia/Suiça, 1994) ****
22. Coração Vagabundo (Fernando Grostein Andrade, Brasil, 2008) ***
23. Curtindo a Vida Adoidado (John Hughes, EUA, 1986) ****½
24. Contos Proibidos do Marquês de Sade (Philip Kaufman, EUA/Inglaterra/Alemanha, 2000) ****
25. Profissão: Repórter (Michelangelo Antonioni, EUA/Itália/França, 1975) ****½
26. Se Nada Mais Der Certo (José Eduardo Belmonte, Brasil, 2008) ****
27. O Fantástico Sr. Raposo (Wes Anderson, EUA/Reino Unido, 2009) ****
28. Amor Sem Escalas (Jason Reitman, EUA, 2009) **½

Revisões:

29. O Poderoso Chefão (Francis Ford Coppola, EUA, 1972) *****

30. O Poderoso Chefão – Parte II (Francis Ford Coppola, EUA, 1974) *****
31. O Enforcamento (Nagisa Oshima, Japão, 1968) ****½

8 thoughts on “Filmes de Janeiro

  1. Gostei da ídéia de listar os filmes. Alguns não passam batido e além de tudo, seu mundo cinéfilo é compartilhado. Mas espero que não pare de escrever os textos sobre so filmes. O blog perderia muito com isso.

  2. Não se preocupe, caro Elizio, os textos não irão sumir do blog, muito pelo contrário, tentarei escrever mais este ano. Não vou prometer, mas vou tentar. É bom compartilhar o mundo cinéfilo da gente.

    Conincidência Wallace, tomara que todos os meses sejam assim. E a Trilogia das Cores eu devia ter visto há mais tempo, né! Mas pelo menos consegui assistir em sequência. Cada vez que penso em A Liberdade é Azulo acho que amo mais o filme.

    Cristiano, o filme é sensibilidade à tona. Me fez chorar nos primeiros minutos. Grande Kieslowski.

  3. AH, eu tenho dois comentários… "curttindo a vida adoidado" ( esse você até já sabe). Bem que você poderia fazer um texto sobre filmes de sessão da tarde não visto. O que acha?

    Outro… è comentando sobre segredo do Grão. Excelente filme!!!!! Sabe que tu me instigou esse: " Se nada mais der certo". Tem um torrent dele aí?

  4. Elizio, não! Já basta a cobrança e a cara de surpresa, indignação e descrédito que eu recebo sempre que eu falo que não tinha visto o filme antes. Pensei meso em fazer um texto, mas agora acho que vai ficar meio complicado.

    Ótimo filme O Segredo do Grão, mas não chega a tanto. O final é sensacional, e triste.

    E que bom que lhe deu vontade de ver Se Nada Mais Der Certo, tipo de filme que o Brasil precisa se arriscar mais em fazer. O torrent tá em seu email.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos