Panorama Internacional Coisa de Cinema 2013


De
Reichenbach a Hitchcock. De Roberto Pires a Bruno Dumont. De Portugal ao
México. Da Alemanha à Itália. Cinema brasileiro em perspectiva. Isso e mais um
punhado de outras coisas apetitosas estão espalhadas pela programação da 9ª
edição do tradicional Panorama Internacional Coisa de Cinema, que começou na
quinta-feira em Salvador e Cachoeira.
É
uma festa para a cinefilia baiana (e para todos aqueles que porventura venham
de longe prestigiar o evento). Isso porque a Bahia carece de mais festivais
assim, não só com uma programação de saltar aos olhos, mas também com uma
preocupação em exibir filmes em boas condições. Pois o Panorama cumpre essa função, nesse que já é um dos festivais mais prestigiados do Brasil. 
Para
mim, foi também mais uma experiência de compor a equipe de curadoria das
mostras competitivas nacionais, baianas e de curtas internacionais para essa
edição. Posso ser suspeito para falar, mas os escolhidos engrandecem bastante a
seleção. 


começou então mais uma maratona de filmes. Quem for da região, não pode perder. Que venham mais filmes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos