Melhores e piores de 2018

Que ano doido, que ano intenso, que ano estranho, que 2018 foi esse, minha gente? Sobrevivemos, arrasados, mas estamos aqui, e pra mim, em grande parte, foram os filmes (as imagens, o cinema) que me salvaram, impedem a gente de enlouquecer. Abaixo, a tradicional lista de melhores e piores do ano, seguindo a regra dos filmes que foram lançados comercialmente nas salas de cinema do país durante o ano, além dos filmes disponibilizados nas plataformas de streaming e VOD. No total, foram 153 filmes vistos dentro desse escopo. Minhas escolhas de melhores, hoje, são essas:

As Boas Maneiras

Porque só se enfrenta o horror (social, ignóbil, raivoso) ao lado de quem se ama


Trama Fantasma

Porque o amor é um perigoso jogo de crueldade e dedicação


Em Chamas

Porque as mentes desamparadas não suportam o peso dos mistérios da vida


Deixe a Luz do Sol Entrar

Porque é muito misterioso, aberto e livre a condição do ser em busca da paixão


Arábia

Porque está na palavra (e na imagem) o poder de reinventar uma vida de provações e pesos carregados


Sem Amor

Porque são cruéis e irreversíveis as consequências do desamor


A Câmera de Claire

Porque olhar levemente demorado de Claire através de sua câmera ressignifica as pequenas coisas


Projeto Flórida


Porque a resistência também está na pureza endiabrada das crianças (ou, foda-se o Mickey Mouse)


O Animal Cordial

Porque o homem é também instinto animalesco


Sem Fôlego

Porque é uma maravilha poder encontrar a história dos seus e, com isso, se encontrar no mundo

Me Chame pelo Seu Nome

Zama

Visages, Villages

Infiltrado na Klan

Antes que Tudo Desapareça

Roma

Pantera Negra

Ilha dos Cachorros

A Rota Selvagem

Hereditário

E agora, as pedras no sapato, os piores:

Santoro – O Homem e sua Música

Estradeiros

Lámem Shop

O Paradoxo Cloverfield

Três Anúncios para um Crime

A Lua de Júpiter

O Grande Circo Místico

Chacrinha: O Velho Guerreiro

The Square: A Arte da Discórdia

A Casa que Jack Construiu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos