Animais em migração

Madagascar 3 –
Os Procurados

(Madagascar 3: Europe’s Most Wanted, EUA, 2012)
Dir:
Eric Darnell, Tom McGrath e Conrad Vernon

A Era do Gelo 4
(Ice Age 4:
Continental Drift, EUA, 2012)
Dir:
Steve Martino e Mike Thurmeier

Talvez
por incidir sobre um público infanto-juvenil mais cativo e ávido
(principalmente no período de férias), algumas animações como A Era do Gelo e Madagascar
estão mais marcadas pelo estigma da continuação, uma espécie de hábito
necessário para aproveitar personagens e mitologias criadas a partir de certo
universo temático.
Eu
sempre achei os filmes de ambas as séries bobinhos demais, longe da proposta
mais madura da Pixar, sem subtextos, piadinhas dúbias ou referências a filmes
que os pequenos não viram ainda. É como se prezassem pela mais pura
despretensão que vemos nos desenhos animados televisivos. O problema é que na maior parte
das vezes elas soam bem mais do mesmo, mas nem tudo está perdido. Enquanto o
quarto filme dos animais do ártico fica no meio do caminho, o terceiro dos bichos de
zoológicos se mostra uma grata surpresa.

Mesmo
que essa proposta ainda esteja de pé na terceira incursão da franquia, Madagascar 3 – Os Procurados encanta
justamente pela diversão desenfreada, acompanhada de momentos realmente
engraçados e por uma agilidade narrativa que não lembro de ter visto nos outros
filmes da série. Não à toa, o roteiro é escrito pelo sempre ótimo diretor e
roteirista de filmes independentes Noah Baumbach (A Lula e a Baleia), em
parceria com um dos diretores, Eric Darnell.
Alex,
Marty, Gloria e Melman continuam na sua jornada de viagens aventurosas, dessa
vez querendo retornar ao zoológico em Nova Iorque onde viveram. Para isso, se
juntam a uma trupe circense na Europa tentando se apresentar na América, com o
único agravante de que o show deles é um fracasso. A sacada do circo faz bem ao filme
porque acrescenta uma série de novos personagens legais e com personalidade,
como a ursa por quem o burro Julien se apaixona.

ainda, para coroar o time de novos rostos, a caçadora de animais vorazes, mais
voraz ainda, atendendo pelo nome de Chantel DuBois, bruaca em todo os sentidos,
uma das maiores e mais impertinentes vilãs das animações dos últimos anos.
Além disso tudo, o filme tem 3D! Um que funciona muito bem, faz-se sentir pela
sua real função, a de expandir a dimensão espacial do universo do filme para
além da tela, e não um mero oportunismo da máquina de negócios hollywoodiana.
Quando ela quer, faz umas coisas bem divertidas, como essa aqui, com o quê de
tecnicamente impecável.


A Era do Gelo 4 empalidece diante disso
tudo. O filme anterior era um sinal bastante claro de que a franquia dos animais
que fugiam de catástrofes naturais em meios às geleiras do norte já tinha
chegado a seu fim criativo. Mais uma vez surge o tipo de insistência
mercadológica em continuar com a história. Talvez por isso não se esperasse
muito dessa quarta investida da série, que continua dispensável, mas ainda
assim não chega a ser desastrosa como se previa.
Os
amigos inseparáveis Diego, Sid e Manny se separam dos outros animais com quem
viviam por conta de uma catástrofe geológica. Na verdade, trata-se da separação
dos continentes, antes formando uma única massa terrestre, separada por culpa
do esquilo Scrat (um dos grandes personagens da franquia, aqui não somente um
mero adendo na história, ganhando agora uma participação mais importante).   
O
filme tem as mesmas fracas piadas que seus antecessores, mas ainda assim possui
um fio narrativo que não chega a ser cansativo de acompanhar. Passa rápido, mas
sem um senso de diversão mais despretensioso. Existe a tentativa clara de
imprimir um tom mais aventuresco, mas as situações repetidas e diálogos pouco
inspirados não ajudam em nada. A decepção só não é maior porque não parecia
haver grandes expectativas para um bom filme.  

2 thoughts on “Animais em migração

  1. Continuações, com casos raros, sempre são preocupantes.

    Em animação vale a mesma ideia.

    Alguém lembra de A Dama e o Vagabundo 2?????um sacrilégio animalesco.

    Gostei do seu site.

    Parabéns.

  2. Renato, no caso das animações até que tem umas boas coisas, como Shrek 2 e Kung Fu Panda 2 (e agora Madagascar 3), mas é sempre uma coisa arriscada mesmo.

    E que bom que gostou do Moviola. Volte sempre. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquivos